24 de maio de 2009

Miragem



Um oceano,fora me dado avistar

Ao longe,escuto o silêncio do fundo

Não vejo,o barulho do mar.





5 comentários:

Adriana disse...

CArmem,
Lindo poema, eu cá maravilhada com o barulhinho do mar...

Carmem Salazar disse...

Adriana, obrigada pelo teu comentário!
Já vi que somos conterrâneas... Volte sempre.

abraço

Luciano disse...

Perfeito em palavras e imagens que sugere.
Mui belo. Bjão querida.

Ari Meneghini disse...

gostei muito do teu poema
as imagens sempre sugerem...

um oceano... e o silêncio do fundo...
e as figuras de linguagem que tu utilizar, é lindo!
o barulho do mar lá no fundo
fundo sem fundo ou profundo...
mundo...

um abraçãooooo

Carmem Salazar disse...

Meu querido amigo, Ari:

Para mim é uma grande alegria, e motivo de orgulho, que estejas aqui comentando minhas palavras e imagens. Teu olhar crítico, de conhecedor sensível, sobre a literatura e a cultura, em geral, me interessa muito.

Abração e saudade.