21 de fevereiro de 2009

Exercício de caligrafia


16 comentários:

AL-Chaer disse...

Carmem,

Vejo aqui um precioso exercício de dialética:

"sou outra pessoa que sou eu"

"eu sou outra pessoa que sou"

Sua composição num exercício repetitivo de uma caligrafia exprime com extrema simplicidade essa busca que seria uma tentativa de se aprimorar no auto-conhecimento do "eu" e dos "eus" que podem ser "outros", mas que podem - também - ser "outros eus" que transsitam dentro dos nossos próprios "outros eus" que a gente ainda não se apropriou "deles", ou os camuflamos nos "eus outros".

Excelente o moto-contínuo que este poema sugere.

Parabéns!

AL-Braços
AL-Chaer

Moacy Cirne disse...

Minha cara:
sapequei o seu "exercício" no Poema/`Processo.

Um beijo.
E bom carnaval.

Carmem Salazar disse...

Legal, Moacy!

beijo e bom carnaval!

Carmem Salazar disse...

Falou tudo, Al. É um auto-retrato, o poema. Além disso, tem essa idéia do livre arbítrio, de ir desenhando a vida entre o que eu escolho e o que ela me escolhe.

abraço!

Jefferson Bessa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carmem Salazar disse...

Jefferson, exercício infindo de ser os muitos que nos habitam e o de fazer valer o que prepondera em nós.

abraço!

Compulsão Diária disse...

Ah! Que grafia que grafa toda sua poesia, Carmem
E que é a essência do poeta que é sempre o outro depois que se lançou no vazio: entre o antes e o depois do poema pronto. Se é que algum poema fica pronto.
Parabéns, parabéns

rua do mundo disse...

olá, carmem

já disseram tudo e completo com gostei demais! rsrs
um abraço querida

fátima

Carmem Salazar disse...

Gurias, obrigada pelas palavras!

bjs pras duas

Paulo disse...

Esplêndido!

Carmem Salazar disse...

oi Paulo

gracias pelo comentário, pela visita. volte sempre!

abraço

BAR DO BARDO disse...

parece com castigo caligráfico...

Carmem Salazar disse...

nesse caso, opcional...

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

oi, carmem... muito bom isso!!! um lindo mantra insistencial.
beijão.

Carmem Salazar disse...

ô Rubens... acredita que só hoje vi esse comentário? adorei!

beijão, lindo.

Carmem Salazar disse...

rs... o comentário é de hoje mesmo...